P Diddy acusado de assédio sexual

By  |  Comments


P Diddy está a ser acusado de assédio sexual pela sua cozinheira particular, Cindy Rueda.

Rueda disse em tribunal que foi obrigada a trabalhar durante festas de orgias organizadas pelo rapper, cujo o nome verdadeiro é Sean Combs.

A cozinheira contou que tinha de “preparar e servir entradas e aperitivos a ele e aos seus convidado enquanto Combs e os seus convidados estavam envolvidos em atividades sexuais ou imediatamente depois”.

Durante estas festas, Rueda não teve direito ao pagamento de horas extras e foi vítima de assédio sexual.

Descobre qual foi a resposta de P Diddy aqui.

A cozinheira disse que pelo menos uma vez foi chamada para servir uma “refeição pós-coito” a P Diddy e este fez comentários inapropriados. “[P Diddy] Estava nu e fez comentários sobre o seu próprio corpo,” disse Rueda em tribunal, acrescentando que o rapper tinha perguntado se ela “se sentia atraída ou gostava do seu corpo nu”.

O processo judicial só começou depois de Rueda ter sido despedida por alegadamente roubar um relógio. No entanto, a cozinheira afirma que o roubo foi um esquema montado por uma colega de trabalho e que não sabia que o relógio pertencia ao artista.

Sugestões