Katy Perry admite: “A terapia ajudou a minha vida”

By  |  Comentários


Katy Perry deu uma entrevista recentemente sobre a sua experiência com terapia. “A terapia mudou a minha vida”. Graças à terapia, diz, consegue sentir-se uma pessoa normal e separar-se da sua “persona” como celebridade. “Quando estou na sala [de terapia] sou só a Katheryn Hudson, o que é fantástico porque as pessoas na minha posição ouvem demasiado “sim” e isso mata-as ou fá-las desconectar completamente da realidade – e eu não quero isso.”

A artista está a receber ajuda profissional há cerca de 5 anos e diz que a ajuda a lidar com a fama e também com a sua infância. A interprete de “I kissed a girl” diz ter crescido num meio muito discriminatório e que era proibida de se dar com pessoas que não fossem heterossexuais. Só a partir dos 20 anos é que a sua educação começou a ser uma prioridade e diz que ainda há muito para aprender e para perceber sobre si.

Katy Perry foi uma voz forte no apoio de Hillary Clinton e confessa ter ficado afetada com a eleição de Trump, que também remete para a sua infância. “Misogenia e sexismo estavam na minha infância: Tenho um problema com homens opressivos e não ser vista como igual.”